CONECTE-SE CONOSCO

Últimas Notícias

GRUPO ECOFEMININO PROPÕE A INCLUSÃO DE MAIS 5 TIPOS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NA LEI MARIA DA PENHA

Cadê Brasília

Publicado

Em

Crédito: Fred le Blue Assis

A nova tipologia de violência de gênero proposta pelo Grupo Poder EcoFeminino, é um desdobramento da pesquisa pós-doutoral na UFMG de 2020 a 2023 de Fred Le Blue Assis, que investiga o tema da questão de gênero e o direito à cidade (direitos das mulheres no espaço público urbano).

O Grupo Poder EcoFeminino atua com mídia-advocacy dos direitos humanos no parlamento brasileiro, no tocante aos formulação da agenda de políticas públicas de interesse das mulheres, em parceria com entidades públicas e não-governamentais que lutam em prol da extinção das relações de subordinação, exclusão e marginalização (trans)feminina em todos níveis: decisório, psicossocial, político, legal, econômico e laboral.

(Re)Eduque os Homens!

Processos de mudanças culturais de valores, atitudes e comportamentos em prol dos direitos femininos e dos direitos LGBTQIAPN+ podem catalisar novos padrões mentais, discursivos, sociais, corporais, ambientais e tecnológicos, que se conectam com os direitos humanos universais, garantindo maior protagonismo e liderança das mulheres na vida urbana, ecológica, econômica, política, social, cultural e familiar. A conscientização da representatividade dos lugares de fala e dos marcadores sociais da diferença, permite que o “poder feminino” floresça com força, fé e foco, pelo olhar das mulheres sobre vida humana e saúde planetária, no que se coaduna com esforços coletivos de preservação da diversidade cultural e da biodiversidade, respectivamente, a fim de proporcionar a garantia da proteção e da defesa das mulheres e de outras minorias maiorias minorizadas de direitos, em situação de vulnerabilidade social.

Se a justiça não deve ser vista como “último recurso” da coesão social, mesmo que seja coercitivo, a ética deve ser entendida como o primeiro recurso, de caráter voluntário. Nesse sentido, as iniciativas educativas de prevenção de condutas tipificáveis como criminosas contra as mulheres e as pessoas trans, é que podem demonstrar os malefícios psicossociais do patriarcalismo machista para o tecido social, inclusive, para os homens também, por serem privados do direito à sutileza e à sensibilidade. A necessária carta fria da lei, infelizmente, não tem sido suficiente para evitar que mulheres sejam coisificadas e violadas por seus companheiros, pois as práticas institucionais do judiciário, por vezes, autoritárias e maniqueístas, podem retroalimentar a espiral da violência machista. Nós do Poder (Eco)Feminino, simplesmente, acreditamos, que é possível salvar vidas transformando mentes que vibrem em sintonia com a ecologia da natureza e do corpo feminino, da joaninha e da Joana D`arc.

Puna os agressores!

A Lei Maria da Penha tipifica 5 tipos de violência (física, sexual, patrimonial, psicológica e moral) contra mulher, que apesar dos esforços em enquadrar quase todos os casos, não dá conta do aumento da complexidade econômica e tecnológica da realidade social brasileira, em que as estruturas familiares e laborais estão cada vez menos estáveis, no que compromete o fortalecimento da ética e da virtude. Por esse motivo, o coletivo Poder Feminino está propondo uma classificação didática e, possivelmente, jurídica, que pormenorize mais cinco tipos de violência contra mulher, visando a melhor prevenção e elucidação de condutas criminosas: Violência Institucional de Gênero (Processual, Escolar e Profissional); Violência Institucional, Violência Institucional, Violência Política, Violência Médica/Química e Violência Urbana de Gênero.

Empodere as Mulheres

O grupo de divulgação científica, cultural e informacional Poder Ecofeminino tem atuado para aumentar o nível de permissão das mulheres por meio do empoderamento feminino e populações LGBTQIA+. Mais do que isso, tem atuado por meio de estratégias de educação comunicativa voltadas para a sensibilização do público leigo, inclusive, os homens, para despertar a sociedade para um ponto de vista mais humano e feminino sobre a natureza e sociedade, no que contribui em prol de uma humanidade mais igualitarista, sustentável e multiculturalista, a partir de 6 eixos norteadores:

A)     Combate ao machismo estrutural; gravidez precoce; pobreza menstrual, feminicídio; transhomofobia e violência obstétrica, vicária, medicamentosa, processual, institucional e política contra as mulheres;

B)     Promoção da igualdade de gênero na política e no mercado de trabalho, bem como, maior inclusão física (trans)feminina nos espaços públicos, sobretudo, em áreas abertas de verde urbanizado em horários noturnos;

C)     Suporte à saúde financeira, mental e espiritual para as populações minorizadas de Direitos, compostas por mulheres e LGBTQIA+, visando formar redes de capacitação laboral e empreendedorística, de apoio psicológico e social e de economia solidária e cooperativa;

D)     Garantia da saúde, bem-estar e direitos sexuais e reprodutivos, por meio de atendimento médico, de educação sexual, de (mídia) advocacy e de liberdade sexual, reprodutiva, social, afetiva e matrimonial;

E)     Defesa dos 17 Objetivos de Desenvolvimento da Agenda 2030 (ONU), vez que são as mulheres as mais impactadas pelas desigualdades sociais e mudanças climáticas globais, o que torna mister a compreensão de que a destruição da Mãe Natureza pelo “homem” antropocêntrico, é uma pauta ecofeminista;

F)     Disseminação de formações preventivas e reeducativas sobre cultura de paz, comunicação não-violenta, direitos humanos, masculinidade tóxica e Lei Maria da Penha, no tocante às possíveis negligências e possíveis abusos na aplicação do seu arcabouço jurídico; bem como, promoção de campanhas socioculturais e educomunicativas com linguagem hipertextual para difundir conteúdos acessíveis sobre questões de gênero e direitos das mulheres.
É preciso que as mulheres se engajem como lideranças e cidadãs na política cooperativista, associativa e republicana, no que possa influir para o atingimento de um horizonte mais equitativo, democrático, justo e sustentável para as mulheres e todas as minorias em Goiás e no Brasil, mas também, para todas as formas de vida na Terra, nossa terra-mãe (Pacha Mama), que pede socorro dessa razão instrumental falocêntrica, genocida e ecocida. Que o símbolo das mulheres deixe de ser uma cruz de Vênus para se tornar uma estrela da Terra…

CONTINUE LENDO
Publicidade
CLIQUE PARA COMENTAR

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasília

Mezanino da Torre de TV recebe debate sobre Inteligência Artificial

Cadê Brasília

Publicado

Em

Orlan Almeida, Head de Inovação da GIANT - Divulgação 

Na próxima terça-feira (14/05), Brasília será palco do pré-evento para o lançamento oficial do primeiro AI EXPERIENCE, uma conferência que promete explorar as fronteiras da tecnologia de inteligência artificial e suas aplicações que será realizado na capital federal nos dias 19 e 20 de junho, no Museu da República de Brasília.

 

Formadores de opinião, jornalistas, representantes do Governo e de setores chave se reunirão para uma noite de networking e debates no Mezanino da Torre de TV de Brasília, antecedendo o evento principal.

 

Será um momento para discutir como a IA pode ser mais efetivamente integrada nas políticas públicas, compartilhando assim conhecimento e explorando novas oportunidades.

 

A localização escolhida, no Mezanino da Torre de TV de Brasília, adiciona um toque especial, unindo o simbolismo arquitetônico ao tema do evento. A programação, inclui um momento de networking e de debates com a participação de Ronan Damasco – Diretor de Tecnologia da Microsoft Brasil, Orlan Almeida da Giant Inovação e da Deputada Jane Klebia que preside a Frente Parlamentar para a Economia Digital e Desenvolvimento Tecnológico do DF. Estas discussões irão oferecer uma excelente oportunidade para profissionais de diversos setores se atualizarem e debaterem sobre os avanços e desafios da IA. Além disso, a abordagem de usar o evento como uma plataforma para mostrar como a IA está sendo aplicada na prática poderá fornecer insights valiosos e fomentar parcerias estratégicas.

 

Certamente será uma prévia instigante para o AI EXPERIENCE em junho. ” À medida que nos preparamos para o AI EXPERIENCE, convidamos líderes de setores críticos como educação, saúde, bigtechs, governo, agronegócio e outros para um encontro exclusivo no coração de Brasília. Este encontro no Mezanino da Torre não é apenas uma celebração de parcerias, mas um palco para apresentar como a Inteligência Artificial está moldando as políticas públicas, preparando o terreno para um futuro onde a tecnologia e a inovação caminham lado a lado com o desenvolvimento humano e sustentável”, finalizou Orlan Almeida, Head de Inovação da GIANT e especialista na área. Prepare-se para jornada exploratória pelo mundo da Inteligência Artificial, destacando como essa tecnologia está sendo usada na prática para moldar o futuro em diversos setores do país.

 

O que é o A.I. EXPERIENCE?

 

O A.I. EXPERIENCE é um evento cujo objetivo é apresentar um olhar prático sobre a Inteligência Artificial, um convite a experienciar novas aplicações trazidas por empresas que já aplicam a I.A. nos contextos do comércio/varejo, indústria e setores tradicionais como saúde, educação, finanças e outros. Ao atrair especialistas, empresas de tecnologia e representantes do governo, Brasília se estabelece como um campo fértil para o diálogo sobre como a I.A. pode transformar indústrias, melhorar a governança e impulsionar o desenvolvimento econômico do país.

 

Confira a programação:

18:00 – Momento Networking

18:30 – Abertura do evento

18:40 – Apresentação do AI EXPERIENCE

19:00 – Palavra dos convidados

19:30 – Palestra: Como a IA está moldando o futuro (Ronan Damasco – Diretor Nacional de Tecnologia da Microsoft)

20:00 – Painel de debate: Políticas Públicas e a I.A

21:00 – Encerramento e palavras finais

 

Mais informações sobre o evento em www.giantday.com.br/preeventoaiexperience

 

Nota: O projeto conta com a parceria da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação do Distrito Federal por meio de celebração de termo de fomento.

 

CONTINUE LENDO

Brasília

Conheça os deliciosos sanduíches do Mandaka

Cadê Brasília

Publicado

Em

Fotos: Sarah Stedile

A venda para consumo nas 03 unidades do Mandaka, Taguatinga, Águas Claras e Guará. São 6 versões que trazem o sabor irresistível de ingredientes frescos e selecionados.

 

O Mandaka, também é especialista em deliciosos sanduíches. Além dos pratos já consagrados da casa, os sandubas do Mandaka complementam o menu para deixar as refeições ainda mais democráticas para o dia a dia. E eles são unanimidade quando a fome aperta: rápido, saboroso e nutritivo; de entrada ou como prato principal; para compartilhar ou para devorar sozinho; aproveite a seleção de sanduíches dos restaurantes Mandaka.

 

São 06 opções de recheios, com a qualidade e sabor incomparável que só o Mandaka oferece. E o melhor, que cabem no bolso. Entre as opções e para aqueles que gostam de um sabor mais marcante, o Sertão Burguer – Pão brioche, burger 180g, maionese especial e uma lapada de queijo do sertão com geleia de goiaba levemente apimentada por R$ 36,90 ou o Bruto – Baguete recheada com lâminas de Carne de Sol Angus, geleia de pimenta e queijo do sertão braseado por R$ 37,90.

 

O Rustico já é sucesso – Baguete recheada com Linguiça Mandaka, queijo do sertão braseado e molho chimichurri por R$ 33,90; o Sistematico – Baguete recheada com Costela assada, queijo do sertão braseado e vinagrete por R $37,90; Classic – Pão brioche, burger 180g, american cheese e nossa maionese especial por R$ 29,90 ou Bacon Burger – Pão brioche, burger 180g, american cheese, bacon laminado e nossa maionese especial. R$ 33,90 “O pessoal vai poder se deliciar todos os dias com sandubas para lá de especiais, podendo consumir no local ou para consumo em casa”, diz Thiago Lucena, sócio/proprietário dos Restaurantes Mandaka. Com unidades em Águas Claras, Guará e Taguatinga o Mandaka é a opção para a hora que a fome apertar.

 

 

Serviço: Mandaka

📍Taguatinga – Pistão Sul, QSD 23 / (61) 99223-8757

📍Águas Claras – Rua 7 Norte – Max Mall / (61) 99350-3454

📍Guará – EQ 30/32 Avenida Contorno / (61) 99330-4632

 

 

CONTINUE LENDO

Brasília

Aragon Concept Brasília cria prato exclusivo para o 3º Fórum Mundial Niemeyer em homenagem ao arquiteto Paulo Niemeyer

Cadê Brasília

Publicado

Em

Foto: Thayna Mendes
O 3º Fórum Mundial Niemeyer teve início nesta segunda (29/04) e promete movimentar a capital federal, sendo realizado pela primeira vez em Brasília. O evento é liderado por Paulo Niemeyer, arquiteto e artista com mais de 20 anos de experiência na área, e bisneto do mestre Oscar Niemeyer.
E para homenagear o arquiteto o Aragon Concept Brasília, localizado no Pontão do Lago Sul, criou um prato exclusivo para os clientes que forem até o restaurante,  “Casa das Canoas” – Pescada Amarela ao molho romanesco acompanhado de musseline de batatas e creme de espinafre.
A Casa das Canoas, projetada pelo e para o próprio arquiteto Oscar Niemeyer entre 1950 e 1954, é sem sombras de dúvidas uma das obras mestras da arquitetura residencial moderna.
O prato é uma explosão de sabor e texturas, uma verdadeira obra de arte clássica da arquitetura e estará disponível no menu até 05 de maio para os participantes do fórum por R$ 72,00 e para os demais clientes por R$ 90,00. Descubra a magia da culinária que une passado e presente enquanto brindamos por figura tão importante da arquitetura. Venha fazer parte desta história conosco.

 

Serviço:

Restaurante Aragon

“Casa das Canoas”

Válido até 05 de maio.

Local: Aragon Concept Brasília – Pontão do Lago Sul

Reservas: (61) 9.9265-7004

CONTINUE LENDO

Destaques