CONECTE-SE CONOSCO

Variedades

Av – Subst. 1 – Estética e História da Arte

Cadê Brasília

Publicado

Em

Feita por IA
1) A arte é o desenvolvimento de expressões estéticas feitas pelo ser humano. Estas expressões falam muito sobre a vida e a realidade cotidiana do homem no mundo, sua relação com a natureza, com a sociedade, com o trabalho etc. Ela se desenvolve a partir do momento em que o ser humano começa a ter um pensamento simbólico mais complexo e sente necessidade de compartilhar isso com os outros. Desta maneira, não é errado afirmarmos que há um processo de desenvolvimento das artes e da escrita, ao longo da história da humanidade. Veja abaixo sobre expressões estéticas: 1. Advento da Escrita; 2. Desenvolvimento de urbanismo e arquiteturas complexas para sistemas funerários e templos; 3. Pintura e Gravura rupestre (desenhos, pintura e gravações nas pedras no período pré-histórico); 4. Esculturas de pequeno porte como a Vênus de Willendorf; 5. Monumentos líticos como menir, dólmen e cromeleque. Enumere qual é a ordem correta do desenvolvimento das expressões estéticas do Paleolítico até as civilizações da Antiguidade. Alternativas: a) 1 – 2 – 3 – 4 – 5. b) 5 – 4 – 3 – 2 – 1. c) 4 – 3 – 5 – 1 – 2. d) 2 – 3 – 1 – 4 – 2. e) 3 – 4 – 2 – 5 – 1.
2) “Para Sampaio, a história da escrita é a mesma da própria humanidade, uma vez que a história do homem começa quando ele passou a utilizar-se da escrita para contá-la. Antes disso, diz, é pré-história.” (VALENTE, Luciano. Resenha sobre SAMPAIO, s/p. Adovaldo Fernandes. Letras e memória: uma breve história da escrita. Cotia: Atelie, 2009). Mesmo assim, no período pré-histórico, há algumas distinções de períodos e modos de vida, que hoje denominamos por Paleolítico e Neolítico. Associe as especificidades que diferenciam cada um desses no quadro abaixo. Verifique a associação correta entre as colunas a seguir: I. Paleolítico II. Neolítico 1. vida sedentária 2. vida nômade 3. artefatos simples feitos de rochas, ossos, madeira e chifres 4. olaria, cestaria e tecelagem 5. pintura rupestre 6. monumentos megalíticos Assinale a alternativa que contém a sequência correta da associação. Alternativas: a) I-1; I-2; I-6; II-3; II-4; II-5. b) I-2; I-3; I-5; II-1;II-4; II-6. c) I-6; II-1; II-2; II-3; II-4; II-5. d) I-2; I-3; I-4; II-1; II-5; II-6. e) I-1; I-6; II-2; II-3; II-4; II-5.
3) Durante o Renascimento, o conceito de uomo universale, definido como o homem instruído capaz de exercer várias atividades simultaneamente, se difundiu. Este homem universal é bem exemplificado por um dos nomes mais conhecidos da história da arte. Ele foi escultor, arquiteto, pintor e poeta. Deixou obras significativas em todas essas linguagens. Podemos destacar dentre sua produção a escultura da Pietá (1499) e a pintura do teto da Capela Sistina (1508-15120). A qual grande mestre do Renascimento italiano estamos nos referindo? Assinale a alternativa correta. Alternativas: a) Michelangelo. b) Rafael. c) Leonardo. d) Giotto. e) Brunelleschi.
4) “O neoplatonismo era uma corrente filosófica em que se combinavam elementos dos sistemas gregos clássicos de Platão, Pitágoras e Aristóteles. Surgiu no século III, mas foi revisada e compatibilizada com a fé cristã no século XV. O neoplatonismo implicava não só uma visão do universo na qual as ideias eram mais importantes do que os objetos, mas também a crença de que a alma é dotada de virtudes e pode ascender a Deus.” (BECKETT, Wendy. História da pintura. São Paulo: Ática, 1997, p.94). Tendo como base ideias ligadas ao neoplatonismo, a arquitetura italiana dos séculos XV e XVI retomou elementos da cultura greco-romana. Muitas construções em Florença, Veneza, Mântua e outras cidades representam bem esse momento. No entanto, em Roma, uma grande edificação religiosa – a _____________________________ – datada ainda do início da arte cristã, passou por uma radical reforma durante o Renascimento e a partir de um projeto inicial de Bramante tornou-se uma das construções mais emblemáticas da época. Sendo ao mesmo tempo um marco do coração do catolicismo e um dos grandes expoentes da arquitetura renascentista. De acordo com as afirmações apresentadas no texto, a alternativa correta que preenche a lacuna é a: Alternativas: a) Basílica de São Pedro. b) Igreja de Santa Maria del Fiore. c) Catedral de Notre Dame parisiense. d) Basílica de Santa Sofia. e) Basílica de Aparecida.

 

5) “A arte barroca, então, não foi simplesmente o resultado de uma evolução religiosa, política ou intelectual. Naturalmente as conexões entre todos esses aspectos existiam, mas ainda não chegamos a compreendê-las completamente. Até que façamos, vamos considerar o estilo Barroco como uma entre outras características básicas, ou seja, um catolicismo recém-fortalecido, o Estado absolutista e o novo papel da ciência, que distinguem o período 1600-1750 de tudo que houvera anteriormente.” (HAUSER, H.W.; HAUSER, Anthony F. Iniciação à História da Arte. São Paulo: Martins Fontes, 1996, p.250). O Barroco surgiu em Roma e se propagou pelos países católicos. A pintura espanhola teve nesse período o seu século de ouro. Pintores influentes produziram no século XVII uma obra fundada na religiosidade católica e na retratação de personagens ilustres da corte da Espanha. Dos nomes mencionados a seguir, quais são de mestres espanhóis da época referida no texto? Selecione a opção correta. Alternativas: a) Velázquez, Caravaggio e os Carracci. b) El Greco, Giotto, Masaccio e Velázquez. c) Holbein, Bosch e Ribera. d) Ribera, Murillo, Zurbaran e Velázquez. e) Bruegel, Rembrandt e Frans Hals.

  1. A ordem correta do desenvolvimento das expressões estéticas do Paleolítico até as civilizações da Antiguidade é:

c) 4 – 3 – 5 – 1 – 2.

  1. A associação correta entre as especificidades do Paleolítico e do Neolítico é:

b) I-2; I-3; I-5; II-1; II-4; II-6.

  1. O grande mestre do Renascimento italiano, escultor, arquiteto, pintor e poeta, responsável por obras como a escultura da Pietá e a pintura do teto da Capela Sistina, é:

a) Michelangelo.

  1. A construção religiosa em Roma que passou por uma radical reforma durante o Renascimento, tornando-se uma das construções mais emblemáticas da época, é:

a) Basílica de São Pedro.

  1. Os mestres espanhóis da época do Barroco referidos no texto são:

d) Ribera, Murillo, Zurbaran e Velázquez.

Site de notícias de Brasília. Notícias sobre Distrito Federal, Brasil, cultura, saúde, gastronomia, nacionais e internacionais.

CONTINUE LENDO
Publicidade
CLIQUE PARA COMENTAR

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasília

CEUB oferece atendimento de Pediatria para a comunidade no DF

Cadê Brasília

Publicado

Em

CEUB - Divulgação

Serviço é destinado a pacientes desde recém-nascidos até adolescentes

 

O Centro Universitário de Brasília (CEUB) oferece atendimento especializado em Pediatria, visando acompanhar a saúde de crianças e adolescentes. A partir de taxa popular de R$ 40, a comunidade do Distrito Federal tem acesso a consultas conduzidas por médicos professores, orientadores de práticas e estagiários do curso de Medicina da instituição.

 

O agendamento pode ser realizado por meio do telefone (61) 3966-1660 ou presencialmente no CAC – Edifício União, no Setor Comercial Sul. O atendimento engloba desde pacientes recém-nascidos a adolescentes. A iniciativa é coordenada pelo Centro de Atendimento à Comunidade (CAC) do CEUB.

 

Serviço:

CEUB oferece atendimento de Pediatria para a comunidade

Atendimentos: segunda a sexta, das 7h30 às 12h e das 13h30 às 17h30

Local: Edifício União | SCS Quadra 01, 12º andar

Consulta: R$ 40 (pagamento em dinheiro, cartão de crédito ou débito)

Agendamento: https://www.uniceub.br/atendimentos-de-medicina

Telefone (61) 3966-1660

CONTINUE LENDO

Agenda Cultural de Brasília

PAPISA evoca magia da experiência passional em clipe de “Vai Passar”

Cadê Brasília

Publicado

Em

Crédito: Mooluscos

Audiovisual de ares retrô-pop e toque surreal faz parte de trilogia de clipes que artista tem mostrado aos poucos, baseada em canções do disco Amor Delírio

Assista ao videoclipe de Vai Passar

e quando acontecer

do sol brilhar

me procura

deixa brilhar

Depois de mostrar o envolvente segundo álbum da carreira, Amor Delírio,  a compositora e multi instrumentista PAPISA segue percorrendo os caminhos do trabalho produzido por Felipe Puperi. A novidade é o clipe amoroso, divertido e delicado feito para a faixa Vai Passar. Num clima entre a euforia e a fantasia, o audiovisual evoca a magia da experiência passional, fundamental às vivências afetivas que, num ciclo, virão e também irão ao longo da vida. “Vai Passar” estará disponível no canal oficial de Papisa nesse dia 12 de Junho, Dia dos Namorados.

O clipe, que tem direção de Mooluscos, responsável pelo videoclipe de Amor Delírio – trabalho que abre o arco narrativo da trilogia e representa sua parte final – corresponde ao início do processo amoroso. O terceiro audiovisual ainda será lançado, completando a trilha emocional abordada. Falar de amor abre novo caminho temático para Rita Oliva, a Papisa, que nos trabalhos anteriores abordou aspectos do místico e do inconsciente, a morte e a ciclicidade do tempo.

Segundo Mooluscos, diretor do clipe, a obra “apresenta o primeiro encontro do casal. Usamos o plano sequência para trazer essa sensação de encontro momentâneo e conexão instantânea (…) falamos muito sobre essa paixão imediata que também beira o delírio de uma forma diferente.”

Conhecida pelos shows ritualísticos e sensoriais e pela sonoridade dream-indie-pop, a artista agora investiga o poderoso sentimento que move as marés humanas. Tendo passado por importantes palcos nacionais e apresentado seu trabalho nos Estados Unidos, nos festivais SXSW, em Austin, New Colossus Festival, em Nova York e Treefort Fest, em Boise, e em Portugal, ela prepara novos shows que acompanham o lançamento de Amor Delírio. As próximas datas são em Brasília e Sorocaba.

O encontro com o público um Brasília acontece dia 30/06. O evento gratuito tem como palco a Infinu Comunidade Criativa. A abertura do show fica por conta da dupla de rockrage YPU, outra favorita das plateias brasilienses. Convites podem ser retirados através do Sympla. No dia 20/07, a turnê passa por Sorocaba, no Falso Bar, parte do LoboFest (antigo Lobotomia), já tradicional na cidade. Detalhes dos eventos podem ser acompanhados através do perfil de PAPISA.

AGENDA

30/06 Papisa + Ypu no Infinu – Brasília (DF)

20/07 Papisa no Falso Bar – Sorocaba (SP)

Fotos e Stills: Vai Passar – Papisa

Ficha Técnica: Vai Passar – Papisa

PAPISA

Instagram

Youtube

Tik Tok

Newsletter- inscreva-se 

CONTINUE LENDO

Brasília

Longa do DF estreia no Festival Internacional de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero de Goiás

Cadê Brasília

Publicado

Em

Gregório Benedives como Benedito, Benedito não esta bem - Divulgação

“Casebre” será exibido pela primeira vez ao público no dia 13 de junho de 2024, em
Goiânia

 

A 9ª edição do Festival Internacional de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero de
Goiás tem entre os selecionados para a mostra competitiva o longa brasiliense
“Casebre” (2024), de Henrique Raynal, e tem no elenco o famoso palhaço e diretor Zé
Regino e Márcia Costa, ganhadora do prêmio de Melhor Atriz do 51º Festival de
Brasília do Cinema Brasileiro. A exibição na programação do DIGO também marca a
estreia do filme para o público.

Com a presença dos produtores, da equipe técnica e do elenco, “Casebre” será exibido
no próximo dia 13 de junho, às 21 horas, no Cine Cultura de Goiânia.
O filme conta a história de Benedito (Gregório Benevides), um jovem que está infeliz
com a própria vida, enfrentando uma grande perda e descobrindo sua ancestralidade.
Feito por profissionais e artistas do Distrito Federal, “Casebre” é um filme
independente gravado no Areal, periferia da capital brasileira.

“É um mergulho de brasilidade moderna, suas questões e diversidades. Tendo como
palco uma cidade do interior que poderia estar em qualquer lugar do Brasil, passando
por temas como fé, sexualidade e saúde mental”, explica a sinopse. “É sobre recuperar
a nossa identidade”.

Esse ano, o Festival Internacional de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero de
Goiás tem como tema “Eu Digo amor é amor”.

O evento recebeu 457 obras para avaliação dos curadores, que selecionaram 40
produções, entre longas, médias e curtas-metragens, nacionais e internacionais. O
DIGO 2024 acontece de 12 a 19 de junho de 2024 em Goiânia.

O filme “Casebre” é um longa-metragem realizado a partir do Edital FAC Brasília
Multicultural, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF. No festival, o filme
concorre à premiação na categoria de longas.

Os ingressos e outras informações estão no site oficial: https://digofestival.com.br

Ficha Técnica
CASEBRE (Brasil; 2024; Ficção, Cor, 88min.)
Elenco: Gregório Benevides, Paula Passos, Zé Regino, Márcia Costa, Bia Brandão, José
de Campos, Bárbara Albuquerque, Jude, Tainá Cary, Micheli Santini, Lucas Sued, Kalebe
Lizan, Kairon Angelo, Larissa Cintra e Rodrigo Issa

Produção: H. Raynal, Thais Uessugui, Henfil e Isaac Marques
Assistentes de Produção: Bruna Hernandes e Rhanna Rebelo
Dir. de Fotografia: Renato Villas
Assistente de Fotografia: Conrado Nobre
Edição: Rafael Melo
Supervisão de Som: UEMA, Téc. de Som: Luiz Mateus
Caracterização: Isaac M.
Apoio: Ile Asé Logum Cetomi, Aicon-Ações Cinematográficas, Posh Locadora, Miryan
Braz
Mais informações no Instagram: @casebreofilme

CONTINUE LENDO

Destaques