CONECTE-SE CONOSCO

Variedades

Av – Subst. 2 – Empreendedorismo e Inovação

Cadê Brasília

Publicado

Em

feita com IA
1) Ao longo de nossos estudos verificamos que no caso de aspectos fiscais, é onde ocorre a apuração e evidenciação de questões relacionadas a contabilidade do empreendimento. Considerando as informações apresentadas e nossos estudos acerca do que se deve apurar e evidenciar no tocante aos aspectos fiscais, analise as afirmativas a seguir: I – Programa de Integração Social (PIS); II – Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Confins). III – Participação da ICT no processo de inovação; IV – Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ); Considerando o contexto apresentado, é correto o que se afirma em: Alternativas: a) II, III e IV, apenas. b) I, III e IV, apenas. c) I, II e III, apenas. d) I, II e IV, apenas. e) I, II, III e IV.

Para analisar as alternativas fornecidas com relação aos aspectos fiscais que devem ser apurados e evidenciados na contabilidade de um empreendimento, precisamos identificar os itens que claramente se relacionam a tais aspectos.

Vejamos cada item:

I – Programa de Integração Social (PIS); Este é um tributo federal no Brasil que incide sobre a receita bruta das empresas, e está diretamente relacionado aos aspectos fiscais que as empresas devem apurar e evidenciar.

II – Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins); Similar ao PIS, a Cofins também é um tributo federal sobre a receita bruta das empresas, e faz parte dos aspectos fiscais que precisam ser contabilizados e apresentados.

III – Participação da ICT no processo de inovação; ICT refere-se a “Instituições de Ciência e Tecnologia”. A participação de uma ICT no processo de inovação, embora possa ter aspectos fiscais ligados a incentivos fiscais para inovação (como Lei do Bem, Lei de Informática, etc.), por si só não é um componente de fiscalidade e sim de estratégia e desenvolvimento tecnológico. Portanto, não é fundamentalmente um elemento de aspecto fiscal a ser apurado e evidenciado.

IV – Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ); O IRPJ é, inequivocamente, um aspecto fiscal fundamental que todas as empresas devem calcular, apurar e evidenciar em suas contabilidades.

Dada esta análise, os itens que claramente se enquadram em questões fiscais a serem apuradas e evidenciadas são I, II e IV. Assim, a alternativa correta é:

d) I, II e IV, apenas.

2) Os aspectos tributários, é onde o empreendedor que deseja inovar mais tem que se preocupar, exatamente porque os tributos podem afetar diretamente o lucro que esse empreendimento deseja auferir como sucesso de uma boa inovação. Considerando as informações apresentadas e nossos estudos acerca alguns dos principais tributos que devem ser considerados, analise as afirmativas a seguir: I – Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins). II – Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI); III – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS); IV – Imposto Sobre Serviços (ISS); Considerando o contexto apresentado, é correto o que se afirma em: Alternativas: a) II, III e IV, apenas. b) I, III e IV, apenas. c) I, II e III, apenas. d) I, II e IV, apenas. e) I, II, III e IV.

Os tributos relacionados à inovação podem de fato afetar a viabilidade financeira de um empreendimento inovador. Portanto, é essencial considerar quais tributos são relevantes para empresas que buscam inovar. Analisando os tributos listados:

I – Contribuição para o Financimento da Seguridade Social (Cofins); Este é um tributo federal que incide sobre a receita bruta das empresas e abrange todas, independente de estarem inovando ou não. Ele é relevante pois pode afetar diretamente o resultado financeiro da empresa.

II – Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI); O IPI é um imposto federal que incide sobre produtos industrializados, nacional ou importado. Para empresas que desenvolvem produtos inovadores, este imposto é extremamente relevante, especialmente se o processo de inovação envolve a produção de novos produtos industrializados.

III – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS); O ICMS é um imposto estadual que incide sobre a circulação de mercadorias, serviços de transporte intermunicipal e interestadual e comunicação. Qualquer inovação que envolva a circulação de mercadorias pode influenciar ou ser influenciada por este imposto.

IV – Imposto Sobre Serviços (ISS); Este é um imposto municipal que incide sobre serviços de qualquer natureza. Para inovações que envolvem a prestação de serviços, este imposto é fundamental e deve ser considerado pelo empreendedor.

Todos esses impostos têm relevância dependendo da natureza da inovação. Portanto, no contexto de consideração de tributos que afetam um empreendimento inovador, todos os itens listados são pertinentes e devem ser levados em consideração. Portanto, a resposta correta seria:

e) I, II, III e IV.

3) A inovação é o processo de estimular a criatividade para gerar ou agregar valor de novas maneiras, por meio de novos produtos, serviços e negócios, em outras palavras, inovar é o resultado da soma da criatividade (novas ideias) mais as ações que produzam resultados favoráveis para a empresa. Cabe ao empreendedor, por meio da inovação, agregar valor ao negócio. Quais são as principais características de um empreendedor? Alternativas: a) Criatividade, iniciativa e persistência. b) Criatividade, comprometimento e investimento de capital. c) Criatividade, persuasão e autoridade. d) Criatividade, visão de mercado e herança. e) Criatividade, organização e boa comunicação.

Para analisar as principais características de um empreendedor, especialmente em contextos de inovação, devemos considerar os traços que capacitam a pessoa a identificar oportunidades, iniciar ações, e gerenciar o crescimento de uma ideia em um negócio sustentável e lucrativo. As características listadas nas alternativas devem incluir qualidades que promovam a inovação, a capacidade de adaptação e a persistência frente aos desafios comuns no caminho empreendedor.

Vamos avaliar cada conjunto de características proposto:

a) Criatividade, iniciativa e persistência.

  • Criatividade é essencial para gerar novas ideias e soluções inovadoras.
  • Iniciativa é importante para começar novos projetos e tomar ações sem necessidade de estímulo externo.
  • Persistência é crucial para superar obstáculos e continuar empenhado apesar das dificuldades.

b) Criatividade, comprometimento e investimento de capital.

  • Criatividade e comprometimento são importantes, mas investimento de capital, embora importante para negócios, não é uma característica pessoal do empreendedor.

c) Criatividade, persuasão e autoridade.

  • Persuasão e autoridade podem ser úteis, mas não necessariamente abrangem todas as áreas essenciais para a inovação e o empreendedorismo inicial.

d) Criatividade, visão de mercado e herança.

  • Visão de mercado é importante, porém herança não é uma qualidade pessoal, e sim um fator externo que pode ou não estar presente.

e) Criatividade, organização e boa comunicação.

  • Essas são características úteis, especialmente a boa comunicação, mas podem não enfatizar suficientemente a necessidade de ação e resistência às adversidades.

Dentre as alternativas, a que melhor encapsula características essenciais de um empreendedor, considerando o contexto de inovação, é a alternativa a) Criatividade, iniciativa e persistência. Estes são atributos críticos que capacitam um empreendedor a pensar de maneira inovadora, agir para tornar suas ideias em realidade e manter o foco diante dos desafios que inevitavelmente surgirão.

4) O desenvolvimento de empresas de base tecnológica e suas respectivas tecnologias inovadoras competitivas representa um importante mecanismo para a sociedade e para o país. Para o seu desenvolvimento, existem algumas bases para empreendimentos inovadores, como incubadoras, aceleradoras e parques tecnológicos e polos tecnológicos. A coluna A contém cada uma destas bases, enquanto a coluna B apresenta definições: Coluna A Coluna B I. Incubadora. 1. São complexos produtivos industriais e serviços de base científica-tecnológica e buscam inserir empresas que se baseiam em pesquisa tecnológica desenvolvida em centros de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) vinculados ao local. Promovem a cultura da inovação, competitividade e aumento da capacitação empresarial e buscam incrementar a produção de riqueza de uma região. II. Aceleradora. 2. Possuem maior foco nos negócios considerados altamente escaláveis e, na maioria dos casos, são iniciativas privadas. Quem está por trás costumam ser empreendedores e empresários com sucesso prévio, capacidade de investimento próprio ou financiadas pelo capital de risco. É muito comum fornecerem uma grande conexão com empreendedores, investidores, pesquisadores, empresários, mentores e fundos de investimento. III. Parque tecnológico. 3. São entidades promotoras de empreendimentos inovadores que têm objetivo de gerar suporte para o desenvolvimento de ideias e a transformação destas em empreendimentos de sucesso. Oferecem infraestrutura, capacitação e suporte gerencial e orientam os empreendedores nas questões administrativas, comerciais, financeiras e jurídicas. IV. Polo tecnológico. 4. Se referem às áreas de concentração industrial em que estão presentes empresas de pequeno e médio porte que atuam em segmentos correlatos e complementares. Essas regiões têm potencial tecnológico intenso como decorrência da existência de universidades, institutos de pesquisa e empresas geradas a partir desse potencial. A grande proposta é concentrar as ações que gerem o surgimento de produtos, processos e serviços que possuem a tecnologia como grande insumo. Faça a associação entre a base da coluna A com sua respectiva definição, na coluna B. Alternativas: a) I – 2; II – 3; III – 1; IV – 4. b) I – 3; II – 2; III – 4; IV – 1. c) I – 3; II – 2; III – 1; IV – 4. d) I – 1; II – 2; III – 3; IV – 4. e) I – 3; II – 1; III – 2; IV – 4.

Para encontrar a resposta certa, devemos associar corretamente as descrições de cada entidade da Coluna A com suas descrições na Coluna B:

I. Incubadora

  • De acordo com a descrição geral, incubadoras apoiam a criação e desenvolvimento inicial de empresas de base tecnológica fornecendo suporte gerencial, capacitação e recursos básicos. Este é um cenário descrito pela descrição 3, onde há menção de suporte no desenvolvimento de ideias para transformá-las em empreendimentos de sucesso, oferecendo suporte em áreas administrativas, comerciais, financeiras e jurídicas.

II. Aceleradora

  • Aceleradoras focam em negócios altamente escaláveis, geralmente são financiadas por capital de risco e conectam os empreendedores a uma rede de investidores e mentores. Essa definição é claramente a opção 2, que enfatiza iniciativas focadas em negócios altamente escaláveis e envolvimento de empreendedores e empresários bem-sucedidos.

III. Parque tecnológico

  • Parques tecnológicos são complexos de empresas e instituições de pesquisa voltados a promover a cultura da inovação e aumento de capacitação. A descrição 1 casa com essa ideia, enfatizando centros de P&D, cultura de inovação, e o papel dos parques tecnológicos na inserção de empresas tecnológicas e geração de riqueza na região.

IV. Polo tecnológico

  • Polos tecnológicos geralmente representam áreas de atividade econômica especializada, com forte presença de empresas de pequeno e médio porte, universidades e institutos de pesquisa, criando um ambiente de inovação e desenvolvimento. Este conceito está descrito em 4, onde há descrição de empresas operando em áreas correlatas e potencial tecnológico devido à universidades e pesquisa.

Portanto, com base nestas associações, a alternativa correta é:

c) I – 3; II – 2; III – 1; IV – 4.

5) Foi buscando novos caminhos para a inovação que se criou o que hoje é conhecido como Design Thinking: uma abordagem focada no ser humano, que vê na multidisciplinaridade, na colaboração e na tangibilização de pensamentos e processos, caminhos que levam as soluções inovadoras para negócios. Tendo em conta que o Design Thinking surge como uma novidade nas técnicas de inovação. Qual destas questões abaixo apresenta o principal método adotado pelo Design Thinking? Alternativas: a) Pesquisa de mercado. b) Desenvolver o Intraempreendedorismo. c) Desenvolver o sentimento de “dono”. d) Investir na cultura organizacional. e) Pesquisa de experiência do usuário.

O principal método adotado pelo Design Thinking é a pesquisa de experiência do usuário, que é essencial para entender as necessidades, desejos e comportamentos dos usuários finais de um produto ou serviço. O Design Thinking é centrado no ser humano, e a pesquisa de experiência do usuário ajuda a identificar insights profundos que podem informar o desenvolvimento de soluções inovadoras.

Portanto, a alternativa correta é:

e) Pesquisa de experiência do usuário.

Site de notícias de Brasília. Notícias sobre Distrito Federal, Brasil, cultura, saúde, gastronomia, nacionais e internacionais.

CONTINUE LENDO
Publicidade
CLIQUE PARA COMENTAR

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasília

CEUB oferece atendimento de Pediatria para a comunidade no DF

Cadê Brasília

Publicado

Em

CEUB - Divulgação

Serviço é destinado a pacientes desde recém-nascidos até adolescentes

 

O Centro Universitário de Brasília (CEUB) oferece atendimento especializado em Pediatria, visando acompanhar a saúde de crianças e adolescentes. A partir de taxa popular de R$ 40, a comunidade do Distrito Federal tem acesso a consultas conduzidas por médicos professores, orientadores de práticas e estagiários do curso de Medicina da instituição.

 

O agendamento pode ser realizado por meio do telefone (61) 3966-1660 ou presencialmente no CAC – Edifício União, no Setor Comercial Sul. O atendimento engloba desde pacientes recém-nascidos a adolescentes. A iniciativa é coordenada pelo Centro de Atendimento à Comunidade (CAC) do CEUB.

 

Serviço:

CEUB oferece atendimento de Pediatria para a comunidade

Atendimentos: segunda a sexta, das 7h30 às 12h e das 13h30 às 17h30

Local: Edifício União | SCS Quadra 01, 12º andar

Consulta: R$ 40 (pagamento em dinheiro, cartão de crédito ou débito)

Agendamento: https://www.uniceub.br/atendimentos-de-medicina

Telefone (61) 3966-1660

CONTINUE LENDO

Agenda Cultural de Brasília

PAPISA evoca magia da experiência passional em clipe de “Vai Passar”

Cadê Brasília

Publicado

Em

Crédito: Mooluscos

Audiovisual de ares retrô-pop e toque surreal faz parte de trilogia de clipes que artista tem mostrado aos poucos, baseada em canções do disco Amor Delírio

Assista ao videoclipe de Vai Passar

e quando acontecer

do sol brilhar

me procura

deixa brilhar

Depois de mostrar o envolvente segundo álbum da carreira, Amor Delírio,  a compositora e multi instrumentista PAPISA segue percorrendo os caminhos do trabalho produzido por Felipe Puperi. A novidade é o clipe amoroso, divertido e delicado feito para a faixa Vai Passar. Num clima entre a euforia e a fantasia, o audiovisual evoca a magia da experiência passional, fundamental às vivências afetivas que, num ciclo, virão e também irão ao longo da vida. “Vai Passar” estará disponível no canal oficial de Papisa nesse dia 12 de Junho, Dia dos Namorados.

O clipe, que tem direção de Mooluscos, responsável pelo videoclipe de Amor Delírio – trabalho que abre o arco narrativo da trilogia e representa sua parte final – corresponde ao início do processo amoroso. O terceiro audiovisual ainda será lançado, completando a trilha emocional abordada. Falar de amor abre novo caminho temático para Rita Oliva, a Papisa, que nos trabalhos anteriores abordou aspectos do místico e do inconsciente, a morte e a ciclicidade do tempo.

Segundo Mooluscos, diretor do clipe, a obra “apresenta o primeiro encontro do casal. Usamos o plano sequência para trazer essa sensação de encontro momentâneo e conexão instantânea (…) falamos muito sobre essa paixão imediata que também beira o delírio de uma forma diferente.”

Conhecida pelos shows ritualísticos e sensoriais e pela sonoridade dream-indie-pop, a artista agora investiga o poderoso sentimento que move as marés humanas. Tendo passado por importantes palcos nacionais e apresentado seu trabalho nos Estados Unidos, nos festivais SXSW, em Austin, New Colossus Festival, em Nova York e Treefort Fest, em Boise, e em Portugal, ela prepara novos shows que acompanham o lançamento de Amor Delírio. As próximas datas são em Brasília e Sorocaba.

O encontro com o público um Brasília acontece dia 30/06. O evento gratuito tem como palco a Infinu Comunidade Criativa. A abertura do show fica por conta da dupla de rockrage YPU, outra favorita das plateias brasilienses. Convites podem ser retirados através do Sympla. No dia 20/07, a turnê passa por Sorocaba, no Falso Bar, parte do LoboFest (antigo Lobotomia), já tradicional na cidade. Detalhes dos eventos podem ser acompanhados através do perfil de PAPISA.

AGENDA

30/06 Papisa + Ypu no Infinu – Brasília (DF)

20/07 Papisa no Falso Bar – Sorocaba (SP)

Fotos e Stills: Vai Passar – Papisa

Ficha Técnica: Vai Passar – Papisa

PAPISA

Instagram

Youtube

Tik Tok

Newsletter- inscreva-se 

CONTINUE LENDO

Brasília

Longa do DF estreia no Festival Internacional de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero de Goiás

Cadê Brasília

Publicado

Em

Gregório Benedives como Benedito, Benedito não esta bem - Divulgação

“Casebre” será exibido pela primeira vez ao público no dia 13 de junho de 2024, em
Goiânia

 

A 9ª edição do Festival Internacional de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero de
Goiás tem entre os selecionados para a mostra competitiva o longa brasiliense
“Casebre” (2024), de Henrique Raynal, e tem no elenco o famoso palhaço e diretor Zé
Regino e Márcia Costa, ganhadora do prêmio de Melhor Atriz do 51º Festival de
Brasília do Cinema Brasileiro. A exibição na programação do DIGO também marca a
estreia do filme para o público.

Com a presença dos produtores, da equipe técnica e do elenco, “Casebre” será exibido
no próximo dia 13 de junho, às 21 horas, no Cine Cultura de Goiânia.
O filme conta a história de Benedito (Gregório Benevides), um jovem que está infeliz
com a própria vida, enfrentando uma grande perda e descobrindo sua ancestralidade.
Feito por profissionais e artistas do Distrito Federal, “Casebre” é um filme
independente gravado no Areal, periferia da capital brasileira.

“É um mergulho de brasilidade moderna, suas questões e diversidades. Tendo como
palco uma cidade do interior que poderia estar em qualquer lugar do Brasil, passando
por temas como fé, sexualidade e saúde mental”, explica a sinopse. “É sobre recuperar
a nossa identidade”.

Esse ano, o Festival Internacional de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero de
Goiás tem como tema “Eu Digo amor é amor”.

O evento recebeu 457 obras para avaliação dos curadores, que selecionaram 40
produções, entre longas, médias e curtas-metragens, nacionais e internacionais. O
DIGO 2024 acontece de 12 a 19 de junho de 2024 em Goiânia.

O filme “Casebre” é um longa-metragem realizado a partir do Edital FAC Brasília
Multicultural, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF. No festival, o filme
concorre à premiação na categoria de longas.

Os ingressos e outras informações estão no site oficial: https://digofestival.com.br

Ficha Técnica
CASEBRE (Brasil; 2024; Ficção, Cor, 88min.)
Elenco: Gregório Benevides, Paula Passos, Zé Regino, Márcia Costa, Bia Brandão, José
de Campos, Bárbara Albuquerque, Jude, Tainá Cary, Micheli Santini, Lucas Sued, Kalebe
Lizan, Kairon Angelo, Larissa Cintra e Rodrigo Issa

Produção: H. Raynal, Thais Uessugui, Henfil e Isaac Marques
Assistentes de Produção: Bruna Hernandes e Rhanna Rebelo
Dir. de Fotografia: Renato Villas
Assistente de Fotografia: Conrado Nobre
Edição: Rafael Melo
Supervisão de Som: UEMA, Téc. de Som: Luiz Mateus
Caracterização: Isaac M.
Apoio: Ile Asé Logum Cetomi, Aicon-Ações Cinematográficas, Posh Locadora, Miryan
Braz
Mais informações no Instagram: @casebreofilme

CONTINUE LENDO

Destaques